A Embaixada de Mianmar comemorou os 71 anos de aniversário de independência do país

A república de Mianmar comemorou os 71 anos de  aniversário de independência do país no clube do exército em Brasília,no dia 14 de fevereiro.O Evento contou com a presença do vice governador do Distrito Federal e de diplomatas brasileiros e estrangeiros.



Sobre a Independência:

O Myanmar tornou-se independente do reino unido  em 4 de janeiro de 1948, com o nome oficial de “União da Birmânia”, designação que voltou a adotar após um período como “República Socialista da União da Birmânia” (4 de janeiro de 1974 a 23 de setembro de 1988). Em 18 de junho de 1989, o regime militar birmanês anunciou que o nome oficial do país passaria a ser União de Myanmar. A nova designação foi reconhecida pelas Nações Unidas e pela União Europeia, mas não pelos governos dos Estados Unidos e Reino Unido.[Conforme a Constituição de 2009, o nome do país mudou para “República da União de Myanmar”, medida implementada em 21 de outubro de 2010.



A diversa população birmanesa teve papel fundamental para definir a política, história e demografia do país nos tempos modernos. Seu sistema político é hoje mantido sob controle estrito do Conselho de Estado para a Paz e Desenvolvimento — o governo militar chefiado, desde 1992, pelo general Than Shwe. As forças armadas birmanesas controlam o governo desde que o general Ne Win desfechou um golpe de Estadoem 1962 para derrubar o governo civil de U Nu. Entretanto, um novo presidente foi eleito democraticamente para governar o país a partir de 1º de Abril de 2016. Seu nome é Htin Kyaw, braço direito da deputada e uma das principais opositoras do regime militar Aung San Suu Kyi.


Integrante do Império Britânico até 1948, Myanmar continua a enfrentar tensões étnicas. A cultura do país baseia-se no budismo  influenciado por elementos locais.


O MUNDO DIPLOMÁTICO