Azerbaijão organiza encontro com 22 especialistas de vários países. Brasil esteve presente.



A Universidade ADA organizou um Fórum sobre “Desenvolvimento no período pós-conflito no Sul do Cáucaso”, os convidados internacionais foram selecionados pelo Comitê Estadual de Trabalho com a Diáspora dirigido pelo Sr Fuad Muradov.

O evento contou com a presença de representantes de agências governamentais, 22 especialistas estrangeiros representando vários think tanks, universidades e meios de comunicação dos Estados Unidos, Alemanha, Grã-Bretanha, Brasil, França, Israel, Itália, Turquia, Geórgia e Grécia.

As discussões foram moderadas pelo vice-reitor da ADA University, Fariz Ismayilzade. A língua falada foi o Inglês.

O Assessor do Presidente da República do Azerbaijão – Chefe do Departamento de Política Externa da Administração Presidencial, Hikmet Hajiyev, falou aos participantes da mesa redonda sobre o papel de liderança do Azerbaijão no Sul do Cáucaso e sua participação em projetos de grande escala. Ele deu informações detalhadas sobre a reconstrução do trabalho, retorno dos deslocados às suas terras de origem e outras medidas tomadas pelo Estado.

O presidente do Comitê Estadual de Trabalho com a Diáspora Fuad Muradov disse que o trabalho feito para informar a comunidade internacional – a organização de visitas de historiadores, jornalistas e especialistas estrangeiros aos territórios liberados, as realidades do Azerbaijão, atos de vandalismo cometidos pela Armênia contra o patrimônio cultural da região. Ele informou sobre as atividades da diáspora do Azerbaijão para informar a comunidade internacional sobre o trabalho criativo e as relações do Comitê com organizações internacionais.

O Brasil foi representado pela Presidente da Abrajinter Jornalista Fabiana Ceyhan , que participou também de outros eventos relacionados ao assunto.


Jornalista Fabiana Ceyhan e Ministro do Comite da Diaspora Fuad Muradov


O MUNDO DIPLOMÁTICO