Brasil e Azerbaijão – Uma amizade consolidada

Chefe do Grupo de Amizade Brasil-Azerbaijão de Cooperação Interparlamentar do Senado do Congresso Nacional Brasileiro, Antonio Anastasia, esteve em Ganja no dia 31 de outubro para visitar o Azerbaijão depois de uma longa pausa da pandemia.

Na visita ao país, também visitou os territórios em Ganja, onde atos terroristas foram cometidos pelas Forças Armadas Armênias durante a Guerra Patriótica de 44 dias. O convidado testemunhou os crimes cometidos aqui contra a população civil em outubro do ano passado.

O convidado que acompanhava o chefe do grupo de trabalho azerbaijano-brasileiro sobre relações interparlamentares Mushfig Mammadli e o deputado de Ganja Mushfig Jafarov o informou que a segunda maior cidade do Azerbaijão, Ganja, foi alvo de ataques de foguetes e artilharia em 4 de outubro , 8, 11 e 17, 2020 … Vinte e seis civis, incluindo mulheres e crianças, foram mortos e 175 ficaram feridos. Danos enormes em infraestruturas civis, monumentos históricos e culturais, e também em veículos.

O convidado foi informado que após a ocupação de Aghdam em 23 de julho de 1993, os armênios saquearam, destruíram e queimaram casas, prédios públicos, escolas, centros culturais, jardins de infância, hospitais e empresas industriais no cidade e vilas da região. Cemitérios, monumentos históricos e culturais em Aghdam também foram vandalizados pelos armênios. Em Aghdam, o convidado visitou o complexo Imarat, o palácio e cemitério de Panakhali Khan, a Mesquita Juma, conheceu as ruínas de edifícios administrativos e o Teatro Dramático Aghdam.

No final da visita, o senador Antonio Anastasia compartilhou suas impressões sobre Ganja e Aghdam com a mídia e em sinal de respeito à memória das vítimas, depositou flores no local destruído.



Boas Novas de Karabakh

O aeroporto de Fuzuli, na região que foi reestabelecida em Karabakh, já foi inaugurado e contou com a presença do Excelentissímo Presidente da Turquia, Erdogan Tayyip.

O aeroporto conta com uma moderna infraestrutura, completamente feita após a reintegração de Karabakh. O nome é da própria região, Fuzuli e promete ser um grande aliado nas transações comerciais e turísticas da região



Azerbaijão Pós Pandemia

A pandemia é o assunto número um no mundo e abalou todos em diferentes níveis. Os grandes chefes de estados do mundo inteiro lidaram com isso de uma forma bem particular e isso impactou na condição econômica, e social de cada país.

O Azerbaijão foi um dos primeiros países do mundo a cumprir todas as normas da OMS- Organização Mundial de Saúde com muito rigor. Desde o inicio colocaram inúmeros policiais nas ruas para organizar as autorizações de circulação de civis, foi entregue auxilio financeiro para as pessoas, fecharam setores públicos como escolas, metrô, shopping e etc. Só retornando parcialmente em meados de Maio de 2021, após iniciar as vacinações. Isso garantiu o sucesso do controle da proliferação do Covid assim salvando o máximo de vidas possível.

O chefe de estado observou que, desde os primeiros dias da propagação desta doença, o Azerbaijão trabalhou muito ativamente tanto no país como a nível internacional.

Declaração do Presidente do Azerbaijão, Excelentíssimo Ilhan Aliyev, falando na abertura do 8º Fórum Global de Baku “Mundo após COVID-19”.



“Fomos um dos primeiros países da região a vacinar cerca de metade da população com duas doses – 60 por cento da população com mais de 18 anos de idade. Muitas pessoas sofrendo da pandemia, que agora está sob controle”, afirmou o presidente da Azerbaijão enfatizou.

“Como presidente do Movimento Não-Alinhado, fornecemos assistência financeira e humanitária a mais de 30 países e distribuímos doses gratuitas de vacinas em alguns países.

Também fornecemos assistência financeira à Organização Mundial da Saúde no valor de US $ 10 milhões como doador. Essas medidas, bem como a abordagem responsável dos principais estados do mundo, podem contribuir para resolver a questão”

Por Andreia Hiromi – jornalista diplomática especialista sobre o Azerbaijão no Brasil, Diretora do Grupo Azeri Nation

O MUNDO DIPLOMÁTICO