Embaixada do Kuwait e Correios do Brasil, lançam selo em homenagem aos 51 anos de relações diplomáti

O evento Aconteceu na Residência Oficial do Embaixador do Kuwait no Brasil Nasser Al Motairi

Relações Diplomáticas Brasil - Kuwait


Em 1968, foram estabelecidas formalmente relações diplomáticas bilaterais e criada a primeira embaixada do Brasil junto ao governo do Kuwait, funcionando cumulativamente a partir do Cairo. Em 1975, o Brasil inaugurou sua missão diplomática residente no emirado, gesto reciprocado pelo Kuwait em Brasília, em agosto do mesmo ano. Foram registradas nove visitas de alto nível de autoridades kuwaitianas ao Brasil e oito, do lado brasileiro, ao Kuwait. Nesse contexto, cabem destaque as visitas do chanceler brasileiro, em fevereiro de 2005, e do primeiro-ministro kuwaitiano, xeique Nasser Al-Sabah, em julho de 2010. Nas ocasiões, foram assinados diversos acordos em áreas como cooperação técnica, meio ambiente, esportes, e transporte aéreo, além de emenda ao acordo de cooperação de 1975. A invasão do Kuwait pelo Iraque (1990) e a subsequente Guerra do Golfo alteraram profundamente o panorama das relações bilaterais: até então concentrado na vertente ك.إ econômico-comercial, o diálogo entre os dois países ganhou maior densidade política, em especial nos períodos 1993-1994 e 1998-99, quando o Brasil ocupou assento não permanente no Conselho de Segurança da ONU. A partir de 1995, inicia-se processo de retomada das trocas comercias. Nas duas décadas seguintes, esse processo se intensificou, tendo registrado um fluxo de US$ 440 milhões em 2018. Em 30 de junho de 2018, foi realizada, na Cidade do Kuwait, a primeira reunião de Consultas Bilaterais Brasil-Kuwait, e publicada pelas chancelarias dos dois países Declaração Conjunta por Ocasião dos 50 Anos do Estabelecimento das Relações Diplomáticas entre Brasil e Kuwait.


O evento:


O evento Aconteceu na Residência Oficial do Embaixador do Kuwait no Brasil Nasser Al Motairi, no dia 29 de novembro e foi servido um jantar aos convidados que entre eles eram membros do Itamaraty, embaixadores árabes e um seleto grupo de 3 jornalistas, entre eles o Brasilia in Foco e a editora Fabiana Ceyhan que acompanhou o lançamento ao vivo.







O MUNDO DIPLOMÁTICO