Entrevista para o Dia da Mulher - com Jelena Blazevic - Chefe da Missão da Embaixada da Servia



Fabiana: Gostaria que você explicasse um pouco sobre a Sérvia para os brasileiros, em primeiro lugar eu queria te dizer que é um prazer fazer entrevista com você. Você é uma mulher e agora dia 8, é o Dia Internacional da Mulher. Falar hoje como uma mulher linda, que representa seu país com muita dignidade, uma diplomata, a chefe da missão aqui no Brasil é uma honra. Então eu queria que você falasse um pouco da cultura um pouco de tudo o que você acha que o brasileiro gostaria de saber sobre a sérvia.

Jelena: Muito obrigada Fabiana , por esta entrevista no Dia da Mulher, que para todas as mulheres é muito importante termos essa entrevista nesse dia porque aqui no Brasil acho que há um numero significante de colegas mulheres que estão atuando como chefes das missões diplomáticas. Não somos a maioria, mas ainda somos muitas. Eu gostaria de apresentar por exemplo o nosso Governo da República da Sérvia e a presença das mulheres no governo.

A presença das mulheres no Governo da Sérvia é uma questão muito importante. Temos por volta de 37% das mulheres presentes no nosso Parlamento, e 10 de 23 ministérios são chefiados pelas mulheres . A nossa primeira ministra, chefe do Governo da República da Sérvia é uma mulher. A Sérvia está no topo europeu e mundial em número de mulheres no poder, que deu um grande passo em frente no que diz respeito à igualdade de gênero, mas ainda assim o governo está continuamente trabalhando para tornar a posição das mulheres melhor ainda. Assim mesmo, cada vez mais mulheres estão à frente de cidades e municípios.

Fabiana: A primeira ministra da Sérvia então é uma mulher! que interessante.

Jelena: Sim, uma mulher que está fazendo um ótimo trabalho com ajuda das mulheres no poder em momentos de muitos desafios.

Em primeiro lugar, neste ano e no ano passado estamos lutando Contra a Covid-19, o sucesso do nosso governo na área da luta contra a Covid é grande. Vou explicar depois os detalhes sobre a vacinação na Sérvia.

Agora, para que os brasileiros entendam um pouco melhor, a Sérvia é um país muito pequeno comparado com o Brasil. A população é por volta de 7,2 milhões de pessoas, temos um território mais ou menos do tamanho do estado de Pernambuco, então comparado com o Brasil, é pequeno, pois o Brasil é um país enorme.

Fabiana: Sim, o Brasil é um dos maiores países do mundo não é o maior mas é um dos . Muitos países ficam pequenos quando comparados ao Brasil, mas a Sérvia tem uma população considerável, 7,2 milhões. E quais os países que vocês têm fronteira

Jelena: Temos fronteira com vários países, principalmente os países da ex-Iugoslávia: Macedônia do Norte, Bósnia Herzegovina, Montenegro e a Croácia, e os outros países România, Hungria , Bulgária e Albânia também são os nossos vizinhos.

Fabiana: Então vocês estão numa posição muito estratégica, No centro da Europa a sérvia está dentro do continente europeu.

Jelena: Sim. O nosso principal e mais importante interesse é preservar as relações de boa vizinhança, a estabilidade e a paz na região e, no mesmo contexto, encontrar uma solução pacífica e justa para os problemas do Kosovo e Metohija.

Outro interesse duradouro nosso, é a adesão à União Europeia, porque é este o tipo de sociedade por que lutamos. No nível bilateral, nosso objetivo é fortalecer os laços com amigos tradicionais, a Federação Russa e a República Popular da China, mas também construir novas relações de parceria com os Estados Unidos. Igualmente gostaríamos de criar laços mais fortes com os nossos amigos e parceiros na América Latina e claro, com o Brasil.

Fabiana: Como vocês estão nesse passo- a- passo. Como você disse, para entrar na União Europeia. Vocês têm os valores comuns da União Europeia, democracia, direitos humanos. Toda aquela coisa que a União Europeia UE traz para o mundo também.

Jelena: A adesão à UE é uma das principais prioridades da política externa e objetivo estratégico de todos os governos sérvios nos últimos 20 anos, incluindo o atual. Estamos cientes de que o caminho para a adesão é longo, exigente e acompanhado de inúmeros desafios de diversas partes.

Fabiana: Eles são muito rigorosos. A Europa conseguiu uma posição muito de destaque no mundo.

Jelena: Nossas prioridades de política externa não estão sendo definidas por capricho, mas são o resultado de um exame sério e profundo de nossa complexa posição e pensamento estratégico sobre maneiras de melhorá-la.

Hoje, a Sérvia tem melhor reputação e credibilidade internacionais do que há duas décadas, e a principal razão para isso é que nossos resultados mostraram como somos sérios e responsáveis como país. Acho que um resultado da nossa politica externa equilibrada deu até um exemplo de boas práticas ao conseguirmos 4 tipo de vacinas que estão sendo usadas hoje na Sérvia.



Fabiana: Jelena, gostaria de uma explicação técnica e detalhada sobre a atual situação da Sérvia relacionada a vacinação e detalhes sobre a Covid-19, por gentileza.

Jelena: A Sérvia há mais de um mês vem vacinando sua população na luta contra a Covid-19. A vacinação em massa começou em 19 de janeiro.

Primeira-Ministra da República da Sérvia Ana Brnabić foi a primeira líder europeia a tomar a vacina da empresa “Pfizer / Biontek” no Instituto de Virologia, Vacinas e Soros “Torlak”; (24 de dezembro de 2020). Nos próximos dias os representantes do governo da república da Sérvia no alto nível receberam a vacina, mostrando assim aos cidadãos a confiança na eficácia da vacina e no trabalho dos especialistas na área de saúde para combater a nova doença.

Primeiramente a vacina foi aplicada na equipe médica, depois começou a imunização dos usuários dos centros de convivência de idosos, depois a vacina foi aplicada em membros do Ministério do Interior, Exército sérvio e outros serviços de segurança, representantes da mídia…

Os cidadãos se cadastram via e Governo ou por telefone – por meio da central de atendimento, após o qual recebem uma mensagem sobre a data da vacinação.

Os cidadãos podem escolher a vacina que desejam tomar, estando disponíveis as seguintes: a Pfizer-Bionte, a chinesa “Sinofarm”, a russa “Sputnik Ve” e “AstraZeneca” de Oxford.

De acordo com o número de vacinações por milhão de habitantes, a Sérvia é o segundo país na Europa, depois da Grã-Bretanha, e de acordo com o número de revacinações por milhão de habitantes, nosso país é o primeiro da Europa. Depois da Sérvia, estão Malta e Islândia.

A Sérvia é o 5º país do mundo em número de cidadãos vacinados por 1.000.000 de habitantes, atrás de Israel, Seychelles, Emirados Árabes Unidos e Grã-Bretanha (a Sérvia ultrapassou os Estados Unidos em 25 de fevereiro). Quanto à revacinação, a Sérvia é a primeira da Europa e a quarta do mundo.

Em números absolutos, a Sérvia tem mais cidadãos revacinados do que Hungria, Eslovênia, Croácia, Bulgária, Montenegro, Macedônia do Norte e Albânia juntos.

A Sérvia é indiscutivelmente a primeira da região em termos de número de vacinações por milhão de habitantes, seguida pela Romênia, Eslovênia, Hungria, Croácia, Bulgária e Albânia.

De acordo com o número total de vacinações e revacinações, a Sérvia é a segunda na região, atrás da Romênia.

As primeiras quantidades da vacina “Pfizer” chegaram à Sérvia em 22 de dezembro.

Em 16 de janeiro – Chegaram um milhão de doses da vacina chinesa “Sinofarm”.

Em 29 de janeiro chegaram 40.000 doses da vacina russa “Sputnik Ve”. Outras quantidades devem ser entregues março, de um total de dois milhões de doses da vacina russa.

Em 9 de fevereiro um novo contingente de 50.000 vacinas “Sputnik Ve” chegou da Rússia.

Em 11 de fevereiro especialistas russos chegaram à Sérvia para discutir com especialistas sérvios como iniciar a produção de vacinas russas na Sérvia o mais rápido possível. Eles visitaram o Instituto Torlak para avaliar as capacidades tecnológicas e de pessoal do Instituto para a produção da vacina “Sputnik Ve”.

O presidente Vučić destacou recentemente que nosso país irá investir em novas fábricas e novos equipamentos que atendam a todas as normas, com o objetivo de produzir a vacina em nosso país. A vacina “Sputnik Ve” de nosso país seria distribuída na região, bem como para países europeus.

Em 10 de fevereiro, chegaram na Sérvia mais 500.000 vacinas chinesas “Sinofarm”.

Em 15 de fevereiro, chegaram à Sérvia 40.950 doses da vacina contra o coronavírus da empresa “Pfizer-Biontec”.

Em 21 de fevereiro chegaram na Sérvia 150.000 vacinas “AstraZeneca”, que desde 23 de fevereiro estão disponíveis em todos os pontos de vacinação. (A Sérvia é o primeiro país dos Balcãs a receber esta vacina). A Sérvia, junto com os Emirados Árabes Unidos, é o terceiro país a ter mais de três vacinas disponíveis.

Em 22 de fevereiro – outras 46.800 vacinas “Pfizer” chegaram à Sérvia.

Em 22 de fevereiro – foram entregues mais 50.000 vacinas “Sputnik Ve”.

Foi acordada a entrega de mais 500.000 vacinas “Sinofarm”, que segundo o acordo entre o Presidente Aleksandar Vučić e Xi Jinping chegará nos próximos dias.

A Sérvia assinou contratos para a compra de 12.332.200 vacinas, enquanto até o final de fevereiro cerca de dois milhões de vacinas chegaram ao nosso país, e cerca de 10 milhões de vacinas permaneciam para entrega.

Falando sobre as pessoas vacinadas, tenho um grande honra em citar as palavras da nossa primeira ministra Sra. Ana Brabic de hoje (dia 5 de março) . Ela destacou que esta manhã o número de um milhão de pessoas vacinadas foi ultrapassado, o que é realmente um grande sucesso, e que o total de vacina aplicadas é 1.600.000.

Ela lembrou que a vacinação não é o fim da luta, principalmente após a primeira dose da vacina, e que as pessoas não estão protegidas antes da segunda dose da vacina.

“Temos um aumento no número de pacientes após a primeira dose da vacina porque as pessoas relaxam, não usam máscara, não respeitam as medidas. Então é importante que as pessoas mantenham a disciplina após a primeira vacinação e essa disciplina não diminuir por pelo menos vinte dias após a segunda dose”

Vacinação de membros do corpo diplomático O Governo da Sérvia foi um dos primeiros do mundo a possibilitar a imunização de membros do corpo diplomático.

Na organização de Batut e MRE da Sérvia nas instalações do Batut, nos dias 13, 18 e 19 de fevereiro, 114 membros do corpo foram vacinados com a vacina “Sinofarm”, dos cerca de 1.200 inscritos até agora e titulares de carteiras especiais de identidade (diplomática, oficial, consular, etc.). Isso completa a primeira rodada de vacinação com a “Sinofarm”, a segunda rodada está prevista para 11 e 12 de março.

No dia 23 de fevereiro, foi iniciada a vacinação com a vacina “Pfizer”, de acordo com a dinâmica de 100 pessoas por dia, que irá durar pelos próximos 10 dias úteis (registrados cerca de 1.000 pessoas). Este grupo inclui a maioria dos funcionários e suas famílias das embaixadas de países europeus, EUA, Canadá, Índia, Brasil, Austrália, etc., bem como os escritórios de organizações internacionais do sistema das Nações Unidas, depois da OSCE, OTAN , CICV e outros.

Após a conclusão desta fase, em acordo com a Batuta, seria iniciada a vacinação com a “Sputnik”, bem como com a “AstraZeneca”. Doação de vacinas para países da região.

Em 14 de fevereiro – o Presidente Vučić entregou o primeiro contingente de 4.680 vacinas “Pfizer” ao Primeiro-Ministro da Macedônia do Norte, Zoran Zaev, enquanto que em 24 de fevereiro o Ministro Lončar entregou outras 3.510 doses da vacina “Pfizer” ao Ministro macedônio da Saúde.

Em 17 de fevereiro – a Sérvia doou 2.000 vacinas da Sputnik Ve a Montenegro.

Aproximadamente 5.000 profissionais de saúde da Republika Srpska foram vacinados na Sérvia até agora, e nosso país fornecerá o sistema de informações de vacinação para a Republika Srpska para que a mesma possa usá-lo quando tiver vacinas suficientes.

Em 25 de fevereiro, o Governo da Federação da Bósnia e Heerzegovina aceitou a doação de 5.000 vacinas da Sérvia.


Fabiana: Obrigada Jelena por todas estas informações. Gostaria de falar também sobre coisas boas como Turismo e cultura, você poderia falar um pouco sobre esses assuntos por gentileza ( interrogação)

Jelena: Sim, claro

A parte 2 desta entrevista será exibida ainda nesta semana, acompanhe os sites:

www.brasiliainfoco.com www.omundodiplomatico.com

O MUNDO DIPLOMÁTICO